El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

RIEJS
Educar ou conformar: uma perspectiva sobre a forma ideológica da prática avaliativa
Resumen
O propósito deste trabalho é refletir, sob uma perspectiva fundamentalmente marxista, sobre tópicos de avaliação como temática de abordagem necessária nos cursos de formação de professores. Método: Para isso, utiliza-se do repertório de teorizações de D’Ambrosio (1997,1999, 2011) e Domite (2004) para situar o lugar do olhar do pesquisador na atitude Etnomatemática. Discussão: Pretende-se problematizar o contexto em que se avalia bem como a própria prática avaliativa, tomando-se como referência Veiga-Neto (2012) que a caracteriza como um "desvio à direita". Ademais, para ampliar o debate, recorre-se ao pensamento de Mascaro (2013) para questionar de um modo bastante específico a forma avaliativa, construindo um paralelo com sua obra. Resultados: Para concluir, por sua vez, identificam-se em Moraes (1997) e D’Ambrosio (1997, 1999) elementos críticos sobre os quais se pretende construir um novo paradigma educacional, a partir da crítica sistêmica ao que tem se tornado o cotidiano escolar e conjuntamente o próprio currículo.
Descriptores
Etnomatemática, Prática avaliativa, Formação de professores, Educação matemática.
Texto completo
Texto completo HTML
Texto completo PDF
Bajar PDF
Referencia
Valle, J. (2014). Educar ou conformar: uma perspectiva sobre a forma ideológica da prática avaliativa. Revista Internacional de Educación para la Justicia Social (RIEJS), 3(1), 87-96.

 

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player