El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

RIEJS
Formación y Desarrollo del Concepto de Justicia Educativa en Argentina

Formação e Desenvolvimento do Conceito de Justiça Educacional na Argentina
Resumen
Neste trabalho é feita uma análise do itinerário do conceito de justiça educacional na Argentina na transição do século XXI A partir de uma perspectiva conceitual apoiado em análise do discurso, história e abordagens conceptuais sobre a abordagem de terceirização na educação comparada, produção acadêmica e oficial é analisada. Ele argumenta que o surgimento do conceito de justiça educacional explicado, entre outras razões, devido às crescentes desigualdades sociais e da educação, bem como processos de terceirização dos discursos nacionais, o que levou à hibridização original, que é parte de uma história conceitual em diferentes escalas é para ser feito. Conclui-se que o conceito de justiça educativa implica duas dimensões: uma descrição de alguma experiência de campo e mais enfaticamente como um horizonte otimista das expectativas em escolas, melhorando as relações educacionais, sistemas de ensino e comunidades.
Descriptores
Formação de conceitos, Justiça social, História da linguagem, Revisão da literatura.
Texto completo
Texto completo em espanhol PDF
Bajar PDF
Referencia
Aguilar Nery, J. (2015). Formación y desarrollo del concepto de justicia educativa en Argentina. Revista Internacional de Educación para la Justicia Social (RIEJS), 4(2), 127-143.

 

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player